EGP | http://egpjundiai.com.br

Em palestra na EGP, executivos da petroquímica Braskem falam sobre práticas de governança, após operação Lava Jato

Publicada em 24/05/2019 às 13:27

A Escola de Gestão Pública (EGP) promoveu nesta quinta-feira (23), a palestra “Boas Práticas Empresariais no Brasil Pós Lava Jato”, conduzida pelo vice-presidente de Finanças e Tecnologia da Informação da petroquímica Braskem, Pedro Teixeira de Freitas.

Graduado em Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da USP e com mais de 20 anos de experiência profissional em consultoria de estratégia em diversos setores econômicos, como: petroquímica, agronegócio, bens de consumo, entre outros, Pedro Freitas elucidou sobre as práticas de governança e conformidade implementadas na Braskem, após a operação Lava Jato.

Em sua exitosa explanação, Pedro Freitas apresentou um panorama da estrutura organizacional da empresa, que atualmente, possui 41 unidades industriais, sendo 29 delas no Brasil, 8 mil funcionários, sendo a 6° maior produtora de resinas termoplásticas do mundo e, destacou o conjunto de regras e disciplinas adotadas internamente, para se fazer cumprir as normas legais e regulamentações, com vistas a superar a reputação da empresa, que está presente no mercado há 16 anos.

Ao término da exposição, Pedro Freitas, que estava acompanhado do diretor de Relações Institucionais da Braskem, Carlos Parente, respondeu uma série de perguntas do público, composto por gestores públicos e empresários da região jundiaiense. O executivo afirmou ser claro para o grupo que representa a necessidade de implementação de técnicas de Conformidade e Governança no mundo empresarial brasileiro. Deu detalhes de como nosso país está muito atrás das principais nações do mundo nesse quesito. Disse também não ter dúvida que a transparência empresarial deve ser acompanhada de uma profunda reforma institucional e fiscal do poder público, para que ambos os lados possam demonstrar sua idoneidade e transparência.

O diretor-presidente da EGP, Silas Feitosa, parabenizou Pedro Freitas pela palestra e destacou que a escola, além da sua grade de cursos para atualização e capacitação dos servidores públicos de Jundiaí e região, vêm realizando um trabalho de extensão cultural, com cursos e palestras de alto nível, procurando atender a sociedade como um todo. Mais uma vez, Silas colocou a EGP a disposição de todos para o fomento da Educação e da formação sociocultural.



Link original: https://egpjundiai.com.br/2019/05/24/em-palestra-na-egp-executivos-da-petroquimica-braskem-falam-sobre-praticas-de-governanca-apos-operacao-lava-jato/